mobirise.com

Sacramento do batismo

Primeiros batizados da Paróquia Sant'Ana

Para o cristão católico, o primeiro sacramento, a ser recebido na vida é o batismo. Por sacramento entende-se, sinal visível (palavras e ações) e acessível a nossa humanidade (Cf. CIgC 1084) Assim o batismo é esse sinal visível da graça de Deus na vida daquele que o recebe. 

O batismo é de suma importância para homem de fé, pois para quem conhece o Evangelho e tem condição de pedir o batismo, este é condição para entrar na vida eterna, salvo as situações imprevistas, pois o próprio Deus em sua misericórdia tem seus desígnios para salvar seus filhos (Cf. CIgC 1257 -1258).

As graças conferidas no batismo são inúmeras, por esse motivo, não se pode deixar de batizar os filhos ainda recém-nascidos. Assim, como se preocupa com os elementos necessários para que a criança desenvolva saudável, também se deve preocupar, para que vida espiritual seja saudável desde criança.

Muitos pais que pedem o sacramento para seus filhos o fazem por questões sociais, supersticiosas, tradicionais etc, e não por causa da eficácia que o batismo produz na vida de quem o recebe. É lamentável quando o batismo é procurado por razões adversas que não seu sentido real.

É preciso conscientização de todos para a importância desse sacramento, a fim de que o batizado tenha uma fé adulta, madura e que seja testemunha verdadeira do Evangelho. 

Pais e padrinhos devem ser conscientes de sua fé para transmiti-la com qualidade a seus filhos e afilhados. Se por um lado há aqueles que não vivem a fé, por outro há inúmeros cristãos convictos que são resultados de um testemunho de fé verdadeiro de seus pais e padrinhos.

É bom que todos façam uma reflexão profunda sobre o batismo e revejam a forma que estão vivendo. Não se pode ser cristão católico, apenas de registro ou de missas dominicais, é preciso mais, é preciso envolver-se e tornar a fé uma vivência prática no dia-a-dia.

Nos dias 11 e 12/02 foram realizados os primeiros batizados de 2017, na paróquia Sant’Ana, em Jequeri. Foi com grande alegria e satisfação que os novos batizados foram acolhidos como membros da Igreja.

O desejo é que essas crianças, a partir do testemunho de fé de seus pais e padrinhos, assumam seu o compromisso de batizadas em suas vidas e que todos continuem a peregrinação terrestre rumo à morada eterna. 

Por Pe. Vanderlei Guimarães                                                                                                                                                                                                                                 Fotos: DG Foto e Video